25 março, 2007

Atravessando compassos

Ele acha que ela não o deseja
Ela acha que ele não a ama
Ele acha que ela é fria
Ela acha que ele é frio
O frio que ele sente é do corpo
O frio que ela sente é da alma
O frio da alma dela gela mais o corpo dele
Um tenta entrar no compasso do outro, acertar o termômetro
equilibrar aqui, para chegar ao calor ideal: corpo e alma
Mas às vezes a música atravessa
os compassos ficam diferentes
essa orquestra tenta tocar junta
mas, de repente, parece que se perdeu a batuta
O jeito é tentar ouvir o compasso do coração
batucar com os pés no chão
esperar, ou correr um pouquinho
alcançar o outro na próxima nota, ou na próxima pausa
Complicada a matemática do amor...
ô musiquinha complicada
acho que perdi a partitura...
vou ter que tirar de ouvido...

2 comentários:

Bruno Ribeiro disse...

Oi Ligia, que pena que fiquei em São Paulo no sábado e não rolou almoço no Silo. Me escreva pela semana. Beijos! PS - lindo texto, como sempre!

Ronaldo Faria disse...

Boa letra. Cadê a música?
Beijos
Ronaldo Faria